Sobre A Felicidade De Fazer Parte.

Oba! Amanhã é o 3º Seminário Mãe Também É Gente da Revista Pais & Filhos. E também é o terceiro em que estarei presente. No primeiro, fui como convidada e pude acompanhar de perto as palestras mais encantadoras e interessantes. No segundo, participei da mesa redonda em que o tema era: Ser mãe fica melhor a cada dia. Amanhã, estarei novamente na mesa redonda que, desta vez, tem o tema: Só cria filhos felizes, uma mãe feliz. 

 

Como é beeeem provável que você nunca tenha ouvido falar de mim, vou me apresentar rapidinho. Sou uma redatora publicitária que parou de trabalhar durante quatro anos, logo que meu primeiro filho nasceu. O Mateus, junto com todas as emoções do parto, trouxe também a surpresa da síndrome de down. Desde então, comecei a escrever muito sobre o assunto. Às vezes, para desabafar. Outras, para informar. E muitas, para matar saudade do ofício que amo tanto e do qual me afastei. Por opção e sem nenhum arrependimento, que fique claro. Os textos começaram no Facebook, promoveram este encontro lindo com a Pais & Filhos, deram origem a algumas palestras e também ao site Especial É A Mãe.

 

Mas, voltando ao tema do seminário deste ano, vou contar porque fico tão feliz em participar. E tem um motivo que é o mega-blaster-plus-nº1: é que não se trata de um evento exclusivo (ou inclusivo?) sobre deficiências ou síndrome de down. É um evento sobre mães, filhos e, o mais importante, felicidade.

 

Claro que os eventos específicos são fundamentais. Os encontros e congressos em que debatemos a inclusão nas escolas, as descobertas da medicina, as novas técnicas em terapias e tantas, tantas, tantas outras questões que você nem imagina são absolutamente indispensáveis para o que eu chamo de “nossa comunidade”. Mas, tão importante quanto, é poder falar em um evento em que ninguém está ali para ouvir a mãe de uma criança “especial”. Até porque costumo dizer que não tenho um filho especial. Tenho dois. Cá entre nós, Helena, minha caçula, também é incrível.

 

Foi um privilégio debater a evolução do papel de mãe no último seminário. Foi super interessante discutir as vantagens e desvantagens da tecnologia na vida das crianças no pequeno encontro que a revista promoveu em agosto do ano passado. E vai ser maravilhoso fazer parte da mesa redonda de amanhã. Além da delícia que é estar na companhia de tantas mulheres maravilhosas (no palco, na organização e na plateia), é mais uma oportunidade de mostrar que existem muito mais semelhanças que diferenças entre eu, meus filhos, você e os seus. Porque todos nós, de verdade, só queremos uma coisa: ser felizes. E esta é uma semelhança que não tem tamanho.

247 total views, 1 views today

Deixe uma resposta